Violeiro Solteiro - Boi Soberano (CHANTECLER 3125)

Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por João Vilarim

A música Violeiro Solteiro com composição de Zé Carreiro / Carreirinho, faz parte do álbum Boi Soberano (CHANTECLER 3125), que foi lançado em 1966 por Tião Carreiro e Pardinho.

Letra da música Violeiro Solteiro

Por eu ter notícia de um bom cantador

E uma linda moça de nosso interior
Pediu que eu cantasse ao menos por favor
Nem que fosse uns versos dos mais inferior
Respondi pra ela eu não sou professor
Tudo quanto eu canto tem pouco valor
Mas meus versos servem pra acalmar a dor
De um peito que sofre ingratidão de amor
 
Afinal de contas fiz o seu mandado
Cantei um versinho muito bem cantado
Ela agradeceu com muitos agrados
Eu fiquei contente fiquei obrigado
Cantei um versinho do cabelo ondeado
Ela também tinha o cabelo cacheado
Deu cinco suspiros e me chamou de um lado
Perguntou se eu era solteiro ou casado             
 
Por isso que eu digo que um rapaz solteiro
Pra gozar a vida deve ser violeiro
Viajar embarcado sem gastar dinheiro
Se quer namorada tem até milheiro
Entra no salão com os olhos morteiros
O cantar sereno de dois companheiros
Na mais bonitinha bate o desespero
Da meia-noite em diante tá no cativeiro             
 
Menina, menina você se periga
Deixe de bobagem largue mão de intriga
Casar com violeiro é pra viver de briga
Você se aborrece da própria cantiga
Pra largar não pode porque Deus castiga
Pois eu sou violeiro e não faz mal que eu diga
Tome meus conselhos avise suas amigas
Que toque de viola não enche a barriga             
 
Eu falo a verdade não é intimação
Nas festas que eu pego a viola na mão
Canto alguma moda é por inclinação
Toco na turina responde o bordão
Dois peitos serenos dentro do salão
Já vê as morenas mudar de feição
Por que meus versinhos doem no coração
Quem sofre nervosa morre de paixão

Outras composições de Zé Carreiro / Carreirinho

we.digi - agência digital
Copyright © 2019 Todos os direitos reservados: João Vilarim | Ponteio Caipira