Boi De Carro - Tonico E Tinoco - 78 RPM 1951

Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por João Vilarim

A música Boi De Carro com composição de Tonico / Tinoco / Anacleto Rosa Júnior, faz parte do álbum Tonico E Tinoco - 78 RPM 1951, que foi lançado em 1951 por Tonico e Tinoco.

Letra da música Boi De Carro

 

Na mangueira da fazenda do Lajeado
Conheci um boi malhado descaído como quê
Tempo de moço quando eu era candeeiro
Boi malhado era ligeiro trabalhava com você
 
Boi de carro hoje velho rejeitado
Seu cangote calejado da canga que te prendeu
Boi de carro ainda sô teu companheiro
Eu to velho sem dinheiro teu destino é igual o meu
 
Boi de carro sem valia tá afrontado
De puxar carro pesado costume que o patrão faz
Eu trabalhei trinta anos e fui quebrado
Do lugar fui despachado diz que eu já não presto mais
 
Boi de carro seu olhar triste parado
Ruminando já cansado com o desprezo do patrão
Boi de carro eu também to ruminando
Essa mágoa vou levando dos homens sem coração
 
Boi de carro o seu dia tá marcado
Pro corte foi negociado pra mata no fim do mês
Adeus malhado meu sentimento é profundo
Vou andando pelo mundo esperando a minha vez

Outras composições de Tonico / Tinoco / Anacleto Rosa Júnior

we.digi - agência digital
Copyright © 2019 Todos os direitos reservados: João Vilarim | Ponteio Caipira