A Morte Do Canoeiro - Tonico E Tinoco - 78 RPM 1951

Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por João Vilarim

A música A Morte Do Canoeiro com composição de Anacleto Rosas Júnior / Patativa, faz parte do álbum Tonico E Tinoco - 78 RPM 1951, que foi lançado em 1951 por Tonico e Tinoco.

Letra da música A Morte Do Canoeiro

Naquela tarde sombria do dia seis de janeiro
Eu vou contar pra vocês a morte do Canoeiro
Levaram rede e canoa ele e o seu companheiro
Os coitados não sabiam que era o dia derradeiro ai,ai
 
Companheiro bate o remo que o Rio Pardo ta enchendo
Já está cobrindo a proa nem a margem não to vendo
Ele remava ligeiro, mas não tava percebendo
Que pro lado da cachoeira a canoa ia descendo ai, ai
 
Pescador e canoeiro suas oração fazia
Tava na hora marcada já tinha chegado o dia
Lutando côa correnteza até última agonia
E depois de meia hora nem a canoa se via ai, ai
 
A correnteza roncava a canoa foi enchendo
A tempestade arrasava o céu foi escurecendo
Relampeava e trovejava a natureza tremendo
Os grito já foi sumindo foro desaparecendo ai, ai
 
Adeus o rio criminoso o canoeiro grito
Deu com a mão a despedida e nas águas se afundou
Deixaram mulher e filho destino é que separo
Acabo-se o canoeiro a canoa e pescador ai, ai

Outras composições de Anacleto Rosas Júnior / Patativa

we.digi - agência digital
Copyright © 2019 Todos os direitos reservados: João Vilarim | Ponteio Caipira