Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por João Vilarim

A música Moço Ladino com composição de Dino Franco, faz parte do álbum Defensores Da Viola (KA 1354), que foi lançado em 1997 por Dino Franco e Mouraí.

Letra da música Moço Ladino

Vou cantar a aminha vida do tempo que eu fui menino
Eu morava em Agissei um lugar bem pequenino
Só vivia endefluxado espirrando e tossindo
Trabalhar eu não podia por ser fraco e franzino
Eu era um moleque tonto desses que só vive rindo
Mas o tempo foi passando eu fui me diferenciando fiquei um moço ladino

Quando completei quinze anos fiquei muito mais traquino
Se me falasse de um baile pra lá eu tava seguindo
Levava meu cavaquinho com as cordas reluzindo
Bebia umas quatro pinga e já ficava tinindo
Cantava minhas modinhas com o velho Zé Cirino
Mais depois eu me tocava porque ninguém me pagava veja que povo ladino

Eu só voltava pra casa quando o sol vinha saindo
Cambeteando pros caminhos por todo lado cuspindo
Ainda parava um pouco na vendinha do Rufino
Lá eu ficava esperando a jardineira do Bino
Quando a condução chegava num canto eu tava dormindo
Ali mesmo eu ficava porque ninguém me chamava veja que povo ladino

O rapaz que bebe pinga perde a vergonha e o brio
O Rufino me falou a jardineira passou e você fez que não viu

Minha mãe dava conselho e me tratava com mimo
Meu filho não beba mais pra não estragar seu tino
Faço gosto que você case com a filha do Justino
Certo dia me casei e mudei o meu destino
Veio uma filharada que até me desanimo
A mulher mudou meu jeito mais pra contar bem direito eu sou um moço ladino

Outras composições de Dino Franco

we.digi - agência digital
Copyright © 2021 Todos os direitos reservados: João Vilarim | Ponteio Caipira