Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por João Vilarim

A música Tarde No Sertão com composição de Zé Mulato, faz parte do álbum Brasa Viva, que foi lançado em 1979 por Zé Mulato e Cassiano.

Letra da música Tarde No Sertão

A tarde morre no cantar das arapongas
A sombra deita-se longa até alcançar o ribeiro
Tudo indica que aquele dia findou
E a voz de um cantador ecoa em um ribanceiro

Esse caboclo em seu rancho solitário
É semelhante ao canário que a companheira perdeu
E soa voz marca o terminar do dia
Buscando ter alegria que há muito tempo morreu

Naquele rancho que há á tempo está reduzido
Se ouve a tarde um gemido das cordas de um violão
É o caboclo reclamando seu dilema
Em doloroso poema que sai de seu coração

Sua canção mistura-se a da cascata
Fria lua cor de prata já ilumina os pinheirais
E é assim que termina sua lida
Reclamando a fingida que foi e não voltou mais

Outras composições de Zé Mulato

we.digi - agência digital
Copyright © 2021 Todos os direitos reservados: João Vilarim | Ponteio Caipira