O Galo Cantou

O Galo Cantou - João Vilarim/Nico

O galo cantou, anunciando tá na hora de acordar
Olha pro campo e sinta tudo em seu lugar, o galo cantou

Sabiá cantou, sentindo a relva respingado no pomar,
O fruto verde não demora a avermelhar, sabiá cantou

Araponga cantou, o canto triste e o mais belo do lugar
Canta a saudade reluzindo no olhar, araponga cantou

João de barro cantou, foi pra biquinha e trouxe a lama pra moldar
A sua casa pra poder enamorar, João cantou

Uirapuru cantou, são poucas vezes que se escuta o seu cantar
Se abre o bico outros calam a apreciar, uirapuru cantou

O homem parou, ouvindo o pássaro e a expressão no gorjear
Trás a pureza e a liberdade de orar, o homem parou

Voltar
we.digi - agência digital
Copyright © 2018 Todos os direitos reservados: João Vilarim | Ponteio Caipira