A Força Do Amor (LP 111405608) - (1983) - Abel e Caim

Para ver a lista de msicas, clique na lista abaixo.

Apartamento à venda
Quero vender o meu apartamento
Venha correndo quem quiser comprar
O plano é bom vou vender barato
Mais que depressa vou ter que mudar

Não faz ainda nenhuma semana
No apartamento vizinho ao meu
Veio morar talvez por coincidência
Um certo alguém que já me pertenceu

O apartamento ficou triste agora
Pois só existe a tristeza e dor
Por que eu sei que do outro lado da parede
Tem alguém matando a sede na minha fonte de amor

Não me envergonho em dizer que amo
Essa mulher que me deu desprezo
Nem acredito que estou sozinho
Se em teus braços eu já estive preso

Todos os dias ao ir pro trabalho
Essa pessoa ri da minha dor
E um martírio ver nos braços de outro
Quem no passado meu deu tanto amor

O apartamento ficou triste agora
Pois só existe a tristeza e dor
Por que eu sei que do outro lado da parede
Tem alguém matando a sede na minha fonte de amor

A força do amor
Que bonito olhar no seu corpo molhado do banho matinal
Um pingo d'água no brilho da luz no espelho reluz parece cristal
Depois de uma noite de amor e loucura ainda é mais bonito
De novo desejo sentir seu calor a força do amor no meu corpo agita

Eu não vejo a hora de chegar a noite
Pra tê-la comigo até o amanhecer
Me envolver de novo em suas artimanhas
Em outra façanha de amor e prazer

Olhando de novo o seu corpo lindo sobre estes lençóis
Parece pintado por um grande artista brilhando na tela sob mil farói.
Na cama estendido parece pedindo para mim ficar
Um desejo louco aos poucos me aperta seu corpo desperta o desejo da amar

Eu não vejo a hora de chegar a noite
Pra tê-la comigo até o amanhecer
Me envolver de novo em suas artimanhas
Em outra façanha de amor e prazer
 
A padeira
A dona da padaria onde eu compro pão
É bonita, delicada é flor em botão
Além dela ser bonita é trabalhadeira
Por fazer o melhor pão é a melhor padeira

Enquanto ela pensa no pão e na freguesia
Eu penso em ser o dono da dona da padaria
Enquanto ela pensa no pão e na freguesia
Eu penso em ser o dono da dona da padaria

Quando ela faz a massa fico olhando nela
Até parece que sinto amassado por ela
Sem ele eu vou sofrer a minha vida inteira
Eu vou morrer de paixão por esta padeira

Enquanto ela pensa no pão e na freguesia
Eu penso em ser o dono da dona da padaria
Enquanto ela pensa no pão e na freguesia
Eu penso em ser o dono da dona da padaria
 
Não esquecerei de ti
Eu sou o homem que te ama demais querida
Em meus carinhos não soubeste dar valor
Eu lutei tanto para ser o teu esposo
Porém não deste nenhum pouco do teu amor

Estou sabendo que vais se casar com outro
E nesse dia também encerra minha esperança
Desejo a ti toda felicidade do mundo
E lhe prometo que nunca vou fazer vingança

Ainda sofro por não poder te esquecer
Mas vou seguindo levando a vida como Deus quer
É muito fácil esquecer tudo no mundo
Só não consigo esquecer de ti mulher
 
Amores perdidos
 Andei por vales e montes, falei com os quatro ventos
Ouvi segredos de amores trocamos de pensamentos
Andei por vales e montes, falei com os quatro ventos
Amei alguém nesta vida que só me deu sofrimento
 
Não choro amores perdidos, não julgo ninguém por mim
Vai um amor e vem outro é muito melhor assim
Não choro amores perdidos, não julgo ninguém por mim
Há tantas glórias na vida, mas tudo tem o seu fim
 
Descrevo a terra que canto assim é o meu dia a dia
Aonde existir tristeza eu sempre levo alegria
Descrevo a terra que canto assim é o meu dia a dia
Chorar por dores alheias não passa de covardia
 
Quem corre muito se cansa e fica ao meio da estrada
Gostar de mulher dos outros é ter a vida arriscada
Quem corre muito se cansa e fica ao meio da estrada
O bom é ser sempre amado o resto não vale nada

Meu amigo prefeito
Seu prefeito não repare se eu não cantar direito
Eu sinto que a emoção está crescendo no peito
Por ver que nesta cidade tudo que tem é perfeito
Vejo que seu povo soube escolher o seu prefeito

Abel e Caim cantando com carinho e com respeito
Que é bem pra que todos cantem viva o senhor prefeito
Viva o senhor prefeito viva o senhor prefeito

Foi por capacidade que o senhor foi eleito
Por que seu grande ideal por seu povo foi aceito
Cumpriu o que prometeu sem fugir do pé do eito
Está mostrando a fibra e o valor de um prefeito 

Abel e Caim cantando com carinho e com respeito
Que é bem pra que todos cantem viva o senhor prefeito
Viva o senhor prefeito viva o senhor prefeito

Em seu coração de ouro não existe preconceito
Seu talento está provado por tudo que já tem feito
O teu povo te abraça de alegria e satisfeito
Fé em Deus e vá em frente meu amigo e bom prefeito

Abel e Caim cantando com carinho e com respeito
Que é bem pra que todos cantem viva o senhor prefeito
Viva o senhor prefeito viva o senhor prefeito

Amor cativo
Teu nome está gravado na tela do pensamento
E sinto meu sofrimento aumentar com teu desprezo
Sonhando chego a sentir teu perfume, teu calor
Na corrente do amor meu coração esta preso

Meu viver é um castigo alimentando a ilusão
Remoendo esta paixão infeliz por ti eu chamo
Guardando no coração amor puro que não morre
Levando o pranto que corre vivo triste não reclamo
Algum dia espero ter o amor de quem eu amo

Sem a luz do teu amor meu mundo é tão escuro
E de joelhos eu juro que te amo loucamente
E se tiver outra vida além da vida que vivo
Serei teu amor cativo, te amando eternamente

Meu viver é um castigo alimentando a ilusão
Remoendo esta paixão infeliz por ti eu chamo
Guardando no coração amor puro que não morre
Levando o pranto que corre vivo triste não reclamo
Algum dia espero ter o amor de quem eu amo

Corpo de sereia
Se você está cansada,
Não precisa dizer nada se quiser pode dormir
Venho aqui só pra te amar
Eu não vou te perturbar, mas também não vou sair

Meu amor que cara é essa
Hoje eu não tenho pressa posso ficar aqui
Só faço o que você gosta
Se está indisposta não vamos discutir

Mas se a noite você acordar
E pensar em nosso amor pode me procurar
Estarei a seu dispor
O amor e tão bonito só pra quem sabe amar
Para mim você é tudo vale a pena esperar

Como é lindo olhar de perto
Seu corpo mal coberto com esta colcha transparente
Parece um corpo de sereia
Estendido na areia sob água quente

Vou ficar a seu lado,
Vou passar acordado pra zelar o seu corpo lindo
Não pretendo te acordar
Quero ver você sonhar e despertar sorrindo

Mas se a noite você acordar
E pensar em nosso amor pode me procurar
Estarei a seu dispor
O amor e tão bonito só pra quem sabe amar
Para mim você é tudo vale a pena esperar

Maldito motel
Pra ter liberdade e ser fiel
Deixei a esposa mais independente
Não era preciso mais sair com ela
Por que um carro lhe dei de presente

Ao vê-la sair eu ficava sorrindo
E para o motel com a outra eu ia
E quando pensava estar enganado
A mesma moeda ali recebia

Maldito motel inferno da estrada
Transformou em nada meu mundo de amor
Agora sem carro, esposa e amante
Sou mais um errante no mundo de dor

Numa fria noite ao sair do motel
A esposa em seu carro ali avistei
Estava saindo abraçada com outro
Corri lhe chamando, mas não lhe alcancei

E arrependido voltei para a outra
Mas vi seu carro saindo também
Sai cabisbaixo andando sem rumo
E hoje não tenho amor de ninguém

Maldito motel inferno da estrada
Transformou em nada meu mundo de amor
Agora sem carro, esposa e amante
Sou mais um errante no mundo de dor

Escrevi teu nome
Escrevi o teu nome querida
Numa velha paineira na estrada
E voltando aos caminhos da vida
Fiquei triste ao vê-la derrubada

Eu tronei escrever novamente
Sobre a areia da praia do mar
Mas as ondas talvez por ciúmes
Vierem também seu nome apagar

Todos querem meu bem afastar-me de ti
Por te amar tanto, tanto querida
Neste vida eu quase morri

Eu tornei escrever o teu nome
Numa diamante que ninguém não quebra
Mas o tempo que tudo consome
Apagou as minhas letras da pedra

Convenci-me que tudo se acaba
Não vou mais o teu escrever
Guardarei no calor do meu peito
Pra viver comigo até quando morrer

Todos querem meu bem afastar-me de ti
Por te amar tanto, tanto querida
Neste vida eu quase morri

Amor a vida inteira
Ao noite do nosso amor logo vai chegar ao fim
Mas o amor desta noite não vai acabar pra mim
Mas o amor desta noite não vai acabar pra mim

Esta noite encantadora não vai ser a derradeira
Porque a minha paixão não é coisa passageira
No coração de quem ama a paixão é companheira
Porque meu amor é grande a cada momento estande é amor pra vida inteira 

Ao noite do nosso amor logo vai chegar ao fim
Mas o amor desta noite não vai acabar pra mim
Mas o amor desta noite não vai acabar pra mim

Quero sentir para sempre teu perfume e teu calor
Sorrir da tua alegria e chorar com a tua dor
Ser teu marido e amante, teu amigo e protetor
E seguir um só caminho entre chuva de carinho que cai do céu do amor

Ao noite do nosso amor logo vai chegar ao fim
Mas o amor desta noite não vai acabar pra mim
Mas o amor desta noite não vai acabar pra mim

Culpado inocente
Um casal ajoelhado no altar
Suplicando a benção do céu 
Quem censurava não sabia o motivo
Que ela casava sem amor, grinalda e véu

Foram noivos no passado e separaram
Depois voltaram pela força do amor
Com os olhos banhado em pranto
Receberam a benção do senhor

E no meio dos convidados um garoto estava presente
Sem saber que daquela união ele foi culpado inocente
Esse é o capricho da sorte que às vezes o destino traz
O menino sem saber de nada assistiu o enlace dos pais

Msicas do lbum A Força Do Amor (LP 111405608) - (1983)

Nome Compositor Ritmo
Apartamento À Venda Caim / Zezito Batidão
A Força Do Amor Jack / Caim Guarânia
A Padeira Tião Carreiro / Jesus Belmiro Vira e Rojão
Não Esquecerei De Ti João Mulato / Caim / Julinho Guarânia
Amores Perdidos Dino Franco / Tião Carreiro Chula
Meu Amigo Prefeito Jesus Belmiro / Caim Balanço
Amor Cativo Jesus Belmiro / Tião Carreiro Rasqueado
Corpo De Sereia Jack / Abel Valsa
Maldito Motel Jesus Belmiro / Caim / Paraíso Guarânia
Escrevi Teu Nome Dino Franco / Tenente Macedo Valsa
Amor A Vida Inteira Jesus Belmiro / Tião Carreiro Batidão
Culpado Inocente Dino Franco Batidão e Guarânia
Compartilhe essa pgina
Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por Joo Vilarim