A Caminho Do Sol (ALVORADA 210407054) - (1973) - Tião Carreiro e Pardinho

Para ver a lista de msicas, clique na lista abaixo.

Não Me Pergunte Por Ela
Por favor não me perguntem se eu sei onde ela está
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar

Vocês precisam ter pena você precisam ter dó
De alguém que está sofrendo chorando e vivendo só
Todo mundo está sabendo que eu morro por causa dela
Não aumentem meu sofrer me perguntando por ela

Por favor não me perguntem se eu sei onde ela está
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar

Já vai completar um ano que ela se foi de mim
Um ano de amargura e de tormento se fim
Não cabe mais sofrimento nesta pobre vida minha
O pior é que eu não sei se ainda ela está sozinha

Por favor não me perguntem se eu sei onde ela está
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar

Vocês podem ter certeza vou findar com minha dor
Hoje mesmo vou sair em busca do meu amor
Mesmo que já tenha outro ocupando meu lugar
Vou mostrar a minha raça comigo ela vai voltar

Por favor não me perguntem se eu sei onde ela está
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar
Perguntando eu fico triste e sou capaz de chorar

Mulher Bonita
Meu Deus que mulher bonita eu vim conhecer aqui
Se tanta beleza mata minha gente eu já morri
Se tanta beleza mata minha gente eu já morri

O meu Deus quanta beleza eu vejo na minha frente
A beleza é uma cadeia que prende os olhos da gente
Conheci mulheres lindas por esse mundão a fora
Mais mulher bonita mesmo eu vim conhecer agora
Mais mulher bonita mesmo eu vim conhecer agora

Meu Deus que mulher bonita eu vim conhecer aqui
Se tanta beleza mata minha gente eu já morri
Se tanta beleza mata minha gente eu já morri

Ela é uma flor de ouro é uma santa sem capela
Já notei que todo mundo só está de olho nela
Eu já vi mulheres lindas nunca vi assim tão bela
Será que eu terei sorte de cair nos braços dela
Será que eu terei sorte de cair nos braços dela

Casa Modesta
Seu prefeito mande água no meu bairro
Seu prefeito mande a luz na minha rua
Seu prefeito minha luz vem lá do céu
Eu só recebo a luz do sol e a luz da lua

Construí a minha casa aos domingos
Com dinheiro que ganhei honestamente
Construí com suor e muita raça
Não é um palácio, mas é o cantinho da gente

Minha cozinha é feita de barra lisa
Faltou dinheiro pra cobrir com azulejo
Mas o rosto da minha mulher amada
Vive coberto com carinho e muito beijo

Seu prefeito mande água no meu bairro
Seu prefeito mande a luz na minha rua
Seu prefeito minha luz vem lá do céu
Eu só recebo a luz do sol e a luz da lua

A minha casa é um quarto e cozinha
Um banheirinho não tem sala de visita
Dentro dela tem uma mulher sincera
Que me ajuda ver a vida mais bonita

Meu lar modesto pra mim é um lindo castelo
A vida é dura, mas eu dou um tombo nela
A minha casa não é bem o que sonhei
Mas é a casa onde sonho dentro dela

Fim Da Picada
Barranco de lado a lado metro e meio só de estrada
Quem saiu de lá com vida de um estouro de boiada
Briga de foice no escuro pra ele é marmelada
Pra quem já caiu no fogo uma brasa não é nada

Quem está molhado de chuva não tem medo de sereno
Quem perdeu um grande amor desprezo é café pequeno
Água quente é refresco pra quem já bebeu fervendo
Quem foi mordido de cobra não tem medo de veneno

A esteira é conforto pra quem já viveu na estrada
O lençol é cobertor pra quem já dormiu na geada
Quem pegou na picareta zomba do cabo da enxada
Brinca na ponta de faca quem quebrou ponta de espada

Quem bateu o sino de Roma não pode bater cincerro
Pra quem já enfrentou leão touro brabo é bezerro
É esse o fim da picada meu pagode não tem erro
Quem cantou na grande guerra não pode chorar no enterro

Vivendo Longe Do Meu Bem
Você não pode saber a mágoa que sinto agora
Você não pode saber o quanto os meus olhos choram
A dor que sinto é tão grande que parece não ter fim
Ao ver que você está vivendo tão longe de mim
Ao ver que você está vivendo tão longe de mim, ai, ai

Eu sei que lhe fiz sofrer por não lhe dar valor
Não soube reconhecer seu puro e sincero amor
Coração chora baixinho tristeza que não tem fim
Ao ver que você está vivendo tão longe de mim
Ao ver que você está vivendo tão longe de mim, ai, ai

A Caminho Do Sol
Esta noite eu não durmo é grande meu desespero
Eu não vou deitar na cama onde sobra um travesseiro
Eu não vou deitar na cama onde sobra um travesseiro

O meu quarto está vazio ninguém está do meu lado
Para que me serve a vida vivendo assim separado
O sol é a casa do fogo foi pra lá meu bem amado
Sigo a caminho do sol correndo desesperado
Sigo a caminho do sol correndo desesperado

Esta noite eu não durmo é grande meu desespero
Eu não vou deitar na cama onde sobra um travesseiro
Eu não vou deitar na cama onde sobra um travesseiro

Procurando alegria só tristeza encontrei
Ninguém faz uma idéia do pranto que derramei
Pensando em quem amo bastante tenho chorado
Se meu bem mudou pro sol vou pra lá morrer queimado

Esta noite eu não durmo é grande meu desespero
Eu não vou deitar na cama onde sobra um travesseiro
Eu não vou deitar na cama onde sobra um travesseiro

Chora Viola
Eu não caio do cavalo, nem do burro e nem do galho
Ganho dinheiro cantando a viola é o meu trabalho
No lugar onde tem seca eu de sede lá não caio
Levanto de madrugada e bebo pingo de orvalho, chora viola

Não como gato por lebre não compro cipó por laço
Eu não durmo de botina não dou beijo sem abraço
Fiz um ponto lá na mata caprichei e dei um nó
Meus amigos eu ajudo inimigos eu tenho dó, chora viola

A lua é dona da noite o sol é dono do dia
Admiro as mulheres que gostam de cantoria
Mato a onça bebo o sangue furo a terra e tiro ouro
Quem sabe agüentar saudade não agüenta desaforo, chora viola

Eu ando de pé no chão piso por cima da brasa
Quem não gosta de viola que não ponha o pé lá em casa
A viola está tinindo o cantador está de pé
Quem não gosta de viola brasileiro bom não é, chora viola

Meu Sítio, Meu Paraíso
Transbordando de alegria pro meu sítio vou cantando
Quando volto pra cidade só tristeza vou levando
Transbordando de alegria pro meu sítio vou cantando
Quando volto pra cidade só tristeza vou levando

Meu sítio, meu paraíso minha riqueza de chão
Onde mato a tristeza também minha solidão
Vai tudo por água abaixo nas águas do ribeirão
No meu cantinho de mundo vou lavar meu coração

Transbordando de alegria pro meu sítio vou cantando
Quando volto pra cidade só tristeza vou levando
Transbordando de alegria pro meu sítio vou cantando
Quando volto pra cidade só tristeza vou levando

A cidade é uma floresta toda de cimento armada
Todo mundo respirando este ar envenenado
No meu sítio sou mais gente nem me lembro da cidade
Meu sítio, meu paraíso que me dá tranqüilidade

Transbordando de alegria pro meu sítio vou cantando
Quando volto pra cidade só tristeza vou levando
Transbordando de alegria pro meu sítio vou cantando
Quando volto pra cidade só tristeza vou levando

Futura Família
Moreninha fascinante do rostinho atraente
Vou me casar com você meu bem pra aumentar nossos parentes

Nossa raça é gente forte você já conhece bem
Chego até ver nos seus braços o nosso primeiro neném
Este é um presente divino que na vida alguns não tem
Será neto dos seus pais e neto dos meus pais também

Moreninha fascinante do rostinho atraente
Vou me casar com você meu bem pra aumentar nossos parentes

Se você casar comigo, muitas coisas vou lhe dar
Meu amor e meu carinho um casa pra morar
Um quintal bem espaçoso pra criançada brincar
E de vez em quando um filho pro mais velho carregar

Moreninha fascinante do rostinho atraente
Vou me casar com você meu bem pra aumentar nossos parentes

Sua mãe teve dez filhos e é muito moça ainda
Se você tiver uns doze veja que coisa mais linda
É a sorte de outros tempos que pra nós será revinda 
Nosso ninho de ternura nosso amor que nunca finda

É Isto Que O Povo Quer
É isto que o povo quer, é isto que eu vou cantar
O povo pede alegria, alegria eu vou mandar
Eu canto o que o povo pede o que eu peço o povo dá

Eu arrumei um emprego do jeito que eu queria
Pagamento todo dia o patrão tem que aceitar
O emprego é bom de fato assinamos um contrato
No dia do pagamento é proibido trabalhar
Estou gostando do emprego, mas eu tenho que deixar
O patrão não quer dar férias eu preciso descansar

É isto que o povo quer, é isto que eu vou cantar
O povo pede alegria, alegria eu vou mandar
Eu canto o que o povo pede o que eu peço o povo dá

Só caso com mulher rica para dar conforto à ela
Enquanto eu tiver dinheiro nós dois não vamos brigar
Caso na segunda feira, na terça acaba o dinheiro
Na quarta brigo com ela e na quinta mando andar
Dinheiro e mulher bonita eu sempre andei atrás
Se acabar mulher e dinheiro eu não quero viver mais

É isto que o povo quer, é isto que eu vou cantar
O povo pede alegria, alegria eu vou mandar
Eu canto o que o povo pede o que eu peço o povo dá

Hoje Eu Não Posso Ficar
Dá licença minha gente desculpe a pouca demora
A prosa ta muito boa, mas tenho que ir embora
Dá licença minha gente desculpe a pouca demora
A prosa ta muito boa, mas tenho que ir embora

Vou cumprir um compromisso que tratei longe daqui
Terminando meu serviço voltarei pra divertir
Gosto de boa conversa e sou pra conversar
Mas agora tenho pressa hoje não posso ficar

Dá licença minha gente desculpe a pouca demora
A prosa ta muito boa, mas tenho que ir embora
Dá licença minha gente desculpe a pouca demora
A prosa ta muito boa, mas tenho que ir embora

Sei que tenho o meu defeito todo mundo é assim
Quem comigo anda direito não terá queixa de mim
Conheço muito macaco que vive fazendo feio
Sentado em cima do rabo pra falar do rabo alheio

Dá licença minha gente desculpe a pouca demora
A prosa ta muito boa, mas tenho que ir embora
Dá licença minha gente desculpe a pouca demora
A prosa ta muito boa, mas tenho que ir embora

Paixão Esquisita
Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita
Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita

Eu andava muito triste nem comer eu não comia
Cheguei a ficar de cama pensei até que morria
Mandei chamar o doutor contei tudo que sentia
Ele não deu a receita porque deste mal também sofria

Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita
Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita

O desprezo de um amor não existe quem agüente
Por isso nunca me deixe sofrendo assim cruelmente
Se eu ganhar seu coração meu lhe faço presente
Não me deixe sem você amor porque se não eu fico doente

Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita
Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita

Quem tem amor escondido precisa muito cuidado
Não pode confiar nos outros nem ter os olhos fechado
Eu arrisco a minha vida por um corpo delicado
Homem que tem mulher feia Deus o livre, não gosta de feriado

Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita
Deus me livre desta paixão esquisita
Eu chego a ficar doente por uma mulher bonita

Msicas do lbum A Caminho Do Sol (ALVORADA 210407054) - (1973)

Nome Compositor Ritmo
Não Me Perguntem Por Ela Letinho / Lindomar Castilho Toada Balanço
Mulher Bonita Piraci / Lourival Dos Santos Balanço
Casa Modesta Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Balanço
Fim Da Picada Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Pagode
Vivendo Longe De Mim Letinho / Lindomar Castilho Guarânia
A Caminho Do Sol Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Rojão
Chora Viola Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Pagode
Meu Sítio, Meu Paraíso Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Rojão
Futura Família Dino Franco / Tião Carreiro Pagode
É Isso Que O Povo Quer Lourival Dos Santos / Tião Carreiro / Carlos Compri Pagode
Hoje Eu Não Posso Ficar Nonô Basílio / Tião Carreiro Arrasta-pé
Paixão Esquisita Dino Franco / Tião Carreiro Balanço
Compartilhe essa pgina
Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por Joo Vilarim