Esquina Da Saudade (ALVORADA 210407090) - (1974) - Tião Carreiro e Pardinho

Para ver a lista de msicas, clique na lista abaixo.

Minas Gerais
Oi Minas Gerais ninguém segura seu passo
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço

Minas é terra do ouro tem minério e tem diamante
O mineiro em silêncio segue o passo do gigante
Eu queria ser poeta pra falar tudo e poesia
O valor do chão mineiro e a sua valentia
O valor do chão mineiro e a sua valentia

Oi Minas Gerais ninguém segura seu passo
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço

Para todos conterrâneos aqui vai meu endereço
To na rua da saudade morando bem no começo
Moro numa casa triste oh meu Deus como padeço
No meu peito é só tristeza do meu povo eu não esqueço

Oi Minas Gerais ninguém segura seu passo
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço

Vivendo em outras terras de Minas nunca esqueço
Para mineirada boa os meus versos eu ofereço
Cantando eu peço um favor para o meu Brasil inteiro
Podem falar mal de mim, mas não falem dos mineiros

Oi Minas Gerais ninguém segura seu passo
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço
Seu coração é de ouro dentro de um peito de aço
Oi Minas Gerais

Eu Não Saio Mais Daqui
Eu não saio mais daqui, vou viver pra ela só
Os carinhos do meu bem amarram, amarram sem fazer nó
Os carinhos do meu bem amarram, amarram sem fazer nó

Andei pelo mundo afora o mundo não me prendeu
Agora estou amarrado o amor aconteceu
Nos braços de quem eu amo bastante feliz sou eu
Vou agradecer à Deus, à Deus o amor que Deus me deu

Eu não saio mais daqui, vou viver pra ela só
Os carinhos do meu bem amarram, amarram sem fazer nó
Os carinhos do meu bem amarram, amarram sem fazer nó
Estão fazendo fofoca para eu brigar com ela
Quanto mais fofoca fazem mais estou gamado nela
Meu coração é teimoso e sair daqui não quer
Será que ela me deu, me deu água benta no café

Que será que ela me deu, água benta no café
Que será que ela me deu, água benta no café

Esta Noite Vai Ser Nossa
Oh vida de minha vida, hoje eu saio desta fossa
Oh vida de minha vida, esta noite vai ser nossa
Oh vida de minha vida, hoje eu saio desta fossa
Oh vida de minha vida, esta noite vai ser nossa

A felicidade é um quarto uma porta e uma janela 
A felicidade existe hoje me encontrei com ela
Meu amor estava aqui eu tão longe procurava
Com este momento lindo dia e noite eu sonhava

Oh vida de minha vida, hoje eu saio desta fossa
Oh vida de minha vida, esta noite vai ser nossa
Oh vida de minha vida, hoje eu saio desta fossa
Oh vida de minha vida, esta noite vai ser nossa

Todo dia tem seu santo todo santo tem seu dia
Hoje vou cair nos braços de alguém como eu queria
Minha estrela está brilhando minha noite está florida
Esta noite, meu amor valeu toda minha vida

Eu Sou Da Beira Do Mar
Eu sou da beira do mar eu sou da mulher mais bela
Se eu não estou no porto estou nos braços dela
Sou da beira do mar, eu sou da beira do mar
Eu sou da beira do mar

Meu bem me deu um abraço estou chegando do porto
Trazendo corpo cansado pra poder te dar conforto
Se eu perder seus carinhos eu serei um homem morto
Meu bem aperte nos braços o seu amor lá do porto
O seu amor lá do porto

Eu sou da beira do mar eu sou da mulher mais bela
Se eu não estou no porto estou nos braços dela
Sou da beira do mar, eu sou da beira do mar
Eu sou da beira do mar

Eu trabalho é no porto na beiradinha do mar
Eu sei ganhar meu dinheiro com ela eu sei gastar
Meu amor é minha vida ilumina meu caminho
O porto me dá dinheiro e ela me dá carinho
E ela me dá carinho

Eu sou da beira do mar eu sou da mulher mais bela
Se eu não estou no porto estou nos braços dela
Sou da beira do mar, eu sou da beira do mar
Eu sou da beira do mar

Ponta De Espada
Eu gosto dela ela já sabe a paixão 
Da minha vida no meu peito já não cabe
Eu gosto dela ela já sabe a paixão 
Da minha vida no meu peito já não cabe

Estou gostando muito de uma garota 
Coisa mais linda que eu já vi na minha vida
Eu estou dando murro em ponta de faca
Infelizmente ela é flor proibida

Estou sofrendo calado sem dar suspiro
Esta batalha para mim já está perdida
Pro mundo inteiro confesso de coração
Esta paixão vai dar fim na minha vida

Eu gosto dela ela já sabe a paixão 
Da minha vida no meu peito já não cabe
Eu gosto dela ela já sabe a paixão 
Da minha vida no meu peito já não cabe

Foi numa noite abracei minha viola
Quase chorando fiquei na minha janela
Olhei pro céu e pra Deus fiz um pedido
Tem dó de mim me faça esquecer dela

Eu apertei minha viola no peito
Foi só tristeza nos versos que fiz pra ela
Você menina pra mim é ponta de espada
Varou meu peito vou morrer encostado nela

Eu gosto dela ela já sabe a paixão 
Da minha vida no meu peito já não cabe
Eu gosto dela ela já sabe a paixão 
Da minha vida no meu peito já não cabe

Esquina Da Saudade
Meu Deus lá nas alturas tenha dó de mim 
Não mereço tanto sofrimento
Deus que fez o mundo em sete dias 
Faça aquela mulher sair do meu pensamento
Faça aquela mulher sair do meu pensamento

Penso nela todo dia, todo instante, toda hora
No meu peito a paixão veio esconder
Minha gente a paixão da minha vida
Por dentro formou ferida e por fora ninguém vê
Por dentro formou ferida e por fora ninguém vê

Meu Deus lá nas alturas tenha dó de mim 
Não mereço tanto sofrimento
Deus que fez o mundo em sete dias 
Faça aquela mulher sair do meu pensamento
Faça aquela mulher sair do meu pensamento

Se eu tivesse um cavalo que corresse igual ao vento
Eu saía na maior velocidade 
Só parava onde está meu pensamento
Para ver aquela ingrata lá na esquina da saudade
Para ver aquela ingrata lá na esquina da saudade

Rio Bonito
Rio bonito rio bonito beleza que não tem fim
Onde mora aquela ingrata que está judiando de mim
Na praia do rio bonito quantas vezes eu chorei
Naquelas águas paradas tem, tem pranto que derramei

Rio bonito rio bonito a paixão da minha vida
Um dia chegou cantando e chorei na despedida
Rio bonito é um recanto beleza que não tem fim
Lá está morando alguém que me faz sofrer assim

Já comprei linha de prata, já comprei anzol de ouro
Pra fisgar aquela ingrata causadora do meu choro
Na paria do rio bonito onde mora meu tesouro
Vou fisgar esta sereia do cabelo lindo e loiro

A Viola Esta Tinindo
A viola está tinindo veja o som que ela tem
Madrugada já vai indo a barra do dia aí vem

O galo cantou lá fora aqui dentro canto eu
Madrugada foi embora o dia já amanheceu
Dizem que o mundo gira em formato de uma bola
Enquanto o mundo gira, gira eu e a viola

A viola está tinindo veja o som que ela tem
Madrugada já vai indo a barra do dia aí vem

Gira, gira, mundo velho gira, gira, mundo novo
Gira eu e a viola gira o mundo e gira o povo
A viola está girando, girando no meu peito
O som que estou mandando o que é bom já nasce feito

A viola está tinindo veja o som que ela tem
Madrugada já vai indo a barra do dia aí vem

O Pulo Do Gato
Um sujeito endinheirado que fazia e desfazia 
Menina nova e bonita era o que ele perseguia
Das garras deste gavião quando a menina saía 
Lá pra casa dos seus pais muito triste ela ía
A menina tão formosa um lindo botão de rosa
Que no galho já morria

O que é bom logo se acaba confirma o velho ditado 
Pote tanto vai à fonte que um dia volta quebrado
Foi quebrado logo cedo o encanto deste malvado 
Ele zombou de um amor da filha de um coitado
Ele quis fazer peteca de um linda boneca
Mas filha de um pai honrado

A coitadinha chorando pro seu pai contou o fato
Tenho na minha garganta um nó que eu não desato
Naquele rosto de pai, vergonha ali era mato 
O velho entrou em cena foi no derradeiro ato
Jurou de joelho no chão vou pular neste gavião 
Do jeito que pula um gato

O caboclo de vergonha deu um balanço na vida 
Viu sua esposa rezando perto da filha querida
Viu sua filha chorando numa estrada sem saída 
Dentro da sua razão ele entrou nesta partida
Foi só pena que voou o gavião se acabou 
Desta vez pra toda vida

Este caboclo que eu digo mora lá no pé do morro 
Numa casa escondida parece a toca do zorro
Onde a corruíra canta e faz o seu ninho no forro 
Tem azeitona de aço malandro não tem socorro
Malandro naquela casa topa besouro sem asa 
Tá num mato sem cachorro

Na Barba Do Leão
Vai pagode, vai pagode encher o mundo de beleza
Levando só alegria pra dar um tombo na tristeza

Meu pagode é um foguete prepare para explosão
Ele sai na base quente com capricho e perfeição
Um pagode só tem força quando sai de um peito bom
Meu pagode onde passa é só fogo sem fumaça 
Deixa saudade e paixão

Vai pagode, vai pagode encher o mundo de beleza
Levando só alegria pra dar tombo na tristeza

Meu pagode sai tinindo e some na imensidão
Levando só alegria na onda de uma estação
O controle está na viola no peito do folgazão
Meu pagode num segundo vai até o fim do mundo
Mas estou na direção

Vai pagode, vai pagode encher o mundo de beleza
Levando só alegria pra dar tombo na tristeza

Passo por cima das esbarrando no trovão
Desço no pingo da chuva bem no risco do clarão
Tiro água do deserto faço poço no areião
Eu venho de um lugar quente sou vizinho da serpente 
Moro na barba do leão

As Dores Do Mundo
São tantas dores do mundo são tantas que não tem fim
Algumas dores do mundo o mundo já deu pra mim

Algumas dores do mundo a minha canção revela
Conheço a dor da saudade estou vivendo com ela
Agora numa prisão solitário nesta cela
Nesta cela aonde eu vivo nem o sol bate nela
Oh, meu DEUS mamãe não sabe quanto sofre o filho dela

São tantas dores do mundo são tantas que não tem fim
Algumas dores do mundo o mundo já deu pra mim

Quem for para minha terra leva este recado meu
Diga que um filho distante seu povo não esqueceu
Fale pra minha mãezinha que seu filho não morreu
Só não diga pra velhinha que a polícia me prendeu
A justiça tem razão o culpado aqui sou eu

Sangue Da Terra
A chuva sangue da terra que faz a planta nascer
A chuva sangue da terra que faz a planta crescer

A seca mãe da miséria, a chuva mãe da fartura
A chuva pingo de ouro caindo lá das alturas
A terra estando molhada não tem pranto nos olhos meus
A chuva que caí do céu vem lá da casa de Deus

A chuva sangue da terra que faz a planta nascer
A chuva sangue da terra que faz a planta crescer

No dia que está chovendo debruço em minha janela
Apreciando a paisagem a natureza é tão bela
A plantação está crescendo a chuva batendo nela
A chuva que cai do céu é fartura na panela

Msicas do lbum Esquina Da Saudade (ALVORADA 210407090) - (1974)

Nome Compositor Ritmo
Minas Gerais Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Rojão
Eu Não Saio Mais Daqui Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Samba Caipira
Esta Noite Vai Ser Nossa Lourival Dos Santos / Tião Carreiro / Milton José Polca
Eu Sou Da Beira Do Mar Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Balanço
Ponta De Espada Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Arrasta-pé
Esquina Da Saudade Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Balanço
Rio Bonito Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Balanço
A Viola Esta Tinindo Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Arrasta-pé
O Pulo Do Gato Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Cururu
Na Barba Do Leão Lourival Dos Santos / Priminho Pagode
As Dores Do Mundo Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Balada
Sangue Da Terra Lourival Dos Santos / Tião Carreiro Toada Balanço
Compartilhe essa pgina
Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por Joo Vilarim