Meu Benzinho - A Dupla Revelação Da Cidade Sertaneja (SERTANEJO CH 3161)

Aprenda a tocar viola, acesse Apostila de Viola Caipira Material de qualidade produzido por João Vilarim

A música Meu Benzinho com composição de Francisco Lacerda , faz parte do álbum A Dupla Revelação Da Cidade Sertaneja (SERTANEJO CH 3161), que foi lançado em 1967 por Abel e Caim.

Letra da música Meu Benzinho

Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem
Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem

Coração que bate bate arrebentando meu peito
Onde cabe tanta pena num palácio tão estreito

Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem
Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem

O meu peito é um salaão onde o meu bem passei
Se fosse aço quebrava, como é terra ele brandeia

Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem
Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem

Dentro do meu peito eu trago dois engenhos de marfim
Um anda outro desanda, quem quer bem não faz assim

Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem
Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem

Quem quiser ver piedade desaperte o meu colete
Venha vem meu coração na ponta de um alfinete

Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem
Meu benzinho vem, vem, vem que eu te quero bem

Outras composições de Francisco Lacerda

we.digi - agência digital
Copyright © 2021 Todos os direitos reservados: João Vilarim | Ponteio Caipira