Cacique e Pajé

Alguns detalhes da dupla Cacique e Pajé

Cacique e Pajé, uma breve história...

Pela primeira vez, o disco registra duas vozes indígenas surgidas das tribos do Caiapós, da região de Rondonópolis, estado de Mato Grosso. Trata-se de Cacique e Pajé.

Cacique foi criado por Francisco Borges de Alvarenga e Joana Geraldina de Oliveira, que adotaram-no dando-lhe o nome de Antônio Borges de Alvarenga, conforme, conforme assentamento feito no registro civil de Junqueira, estado de São Paulo, em 1954, em cujo o documento consta como nascido em 25 de março de 1935, porém, correto é impossível saber.

 Pajé, seu irmão de sangue, foi criado por Antônio Pereira Paiva e Cecília Verdoot, que lhe deram o nome de Roque Pereira Paiva. Foi registrado na cidade de Bofete, estado de São paulo, dando como data de nascimento 22 de agosto de 1936.Cacique e Pajé

Desde pequenos, Cacique e Pajé, conviveram com a música sertaneja, não só na família, mas também participando das festanças que se realizavam nos meios rurais. Aprenderam a tocar viola e violão, respectivamente, e são considerados pelos cultores do catira como dos mais autênticos sapateadores dessa dança folclórica e é um dos pontos altos das sua apresentações ao vivo nos shows que realizam pelo interior a fora.

 Para melhor identificação das origens de Cacique e Pajé, apresentam-se vestidos com indumentária típica e características típicas da tribo dos Caiapós e fazem questão de frisar que não se trata de nenhuma mistificação, pois, antes de tudo, é uma homenagem que prestam ao índio brasileiro.

Pescador e Catireiro (Cacique e Carreirinho)

Com esta descoberta da Chantecler, a música sertaneja ganha uma duplas das mais autênticas dentro do gênero, principalmente pela originalidade das suas vozes, estilos e maneiras de criar o repertório.

Apenas para situar a dupla Cacique e Pajé, dentro daquilo que chamamos escola musical, ele lembra o saudoso Zé Carreiro, um verdadeiro mestre que tantos nomes que hoje formam no cenário artístico brasileiro.

Agora deixem que a dupla Cacique e Pajé fale através de sua música e de sua arte.

 Testo extraído do LP - Cacique e Pajé (1978), volume 1.

Discografia de Cacique e Pajé

 Cacique E Pajé - Volume 1 (1978)

Cacique E Pajé - Volume 2 (1979)

Poema Das Cordas (1980)

Os Índios E A Viola (1981)

As Flores E Os Animais (1982)

Cadê O Gato (1983)

Cacique E Pajé - Volume 7 (1983)

Peão Sabido (1985)

Cacique E Pajé (1989)

Com As Melhores Violas Do Brasil (1995)

A Força Da Viola (1996)

Modão De Viola - Volume 1 (1997)

Brasil 500 Anos (2000)

Modão De Viola - Volume 2 (2001)

Peão De Aço (2002)

Duas Violas, Duas Vozes, Um Só Coração (2003)

Cacique E Pajé (2004)

Nosso Lugarejo (2006)

O Bom Pescador (2008)

Viajando Pelo Brasil - É Nóis Na Viola (2011)


Você quer aprender a pontear a viola caipira?

Acesse meu material didático:

apostiladeviolacaipira.com.br

 



 

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário